Integrar é preciso!

Toda organização que pretende alcançar grandes resultados deve ser ambiciosa. Ambiciosa no bom sentido. Sonhar alto e ter um propósito claro de como o produto ou serviço oferecido melhora a vida do seu público. Ter consciência e inspiração para transpirar tanto na busca dos objetivos diários, quanto na visão de longo prazo. Esse é o único caminho para engajar e encantar consumidores, colaboradores e demais stakeholders.

Em tempos em que antigas práticas e comportamentos não surgem mais efeito, muitos gestores e empreendedores questionam de que forma podem posicionar suas marcas para serem ou se manterem relevantes e valorizadas. Embora não haja receita de bolo e que cada caso deve ser tratado de maneira diferenciada, algumas linhas gerais voltadas ao mindset do processo merecem ser destacadas:

Buscar a verdadeira essência: Por mais que comportamentos se modifiquem ao longo do tempo e inovações mudem radicalmente processos e ferramentas de trabalho, boa parte dos princípios e valores que levaram a criação de um negócio ainda fazem sentido nos dias atuais. Por isso, é preciso despertar essa essência que está muitas vezes adormecida e atualizá-la de maneira sintonizada com os novos tempos.

Enxergar além do óbvio: Para não cair na armadilha dos lugares comuns e dos modismos, gerar perspectivas é fundamental. Saber compreender as dinâmicas muitas vezes sutis e não-lineares de cada mercado permite identificar de fato a diferenciação e a estratégia correta para cada empresa.
 
  • Identificar conexões: A excessiva segmentação de públicos e mercados pode levar a uma visão muito míope do propósito maior que faça sentido para a organização. Por isso, identificar sinergias e desenvolver a capacidade de ligar os pontos (“connect the dots”, parafraseando Steve Jobs) é fundamental para construir estratégias consistentes. Nesse sentido, saber conectar a essência identificada, com tendências de mercado e as vantagens competitivas da empresa pode fazer toda a diferença.
  • Estruturar a assimilação e desdobramento: uma das grandes falhas dos trabalhos de posicionamento ocorre quando o conceito e estratégia não são incorporados pelos colaboradores, nem assimiladas pelos consumidores. Nesse contexto, é fundamental que se estruture o desdobramento do posicionamento em diversos pontos-de-contato, tanto online quanto offline, para que toda jornada de experiências com a marca transpareça esse posicionamento.

Um fator crítico de sucesso para articular um posicionamento admirável é o grau de envolvimento e comprometimento das as pessoas com todo o processo, sejam elas envolvidas direta ou indiretamente com a organização. E quando falamos em envolvimento é tanto no sentido de interação, como na própria empatia, a capacidade de se colocar no lugar do outro e compreender sua realidade.

Posicionamento não se constrói, se identifica e se expressa, de maneira bottom-up. Sua articulação plena depende de um trabalho com forte olhar humano e estratégico, que desperta comportamentos e relacionamentos muito mais fortes, rentáveis, além de melhor preparar a empresa para o crescimento e as futuras mudanças do mercado.

Cases
Caminho dos Príncipes
uma nova presença digital para a retomada do turismo

Adotamos uma linguagem próxima, que ressaltasse a atenção às causas locais e ao bem-estar das pessoas. Escolhemos cores que representassem a mescla entre o calor do litoral, o frio das montanhas e a exuberância das florestas. Criamos o naming “Escape para o Caminho dos Príncipes”, que se apropria do desejo das pessoas de novas experiências, de descobrir novos lugares, aproveitando a tendência de viagens de curtas distâncias e do turismo local.

in
Alleanza
Alleanza
in
Destinos do Quiriri
Destinos do Quiriri
in